sexta-feira, 21 de junho de 2013

LUA


Lua



 


A Lua simboliza a nossa capacidade de sentir e de nos sintonizarmos com o meio ambiente. Representa a nossa vida emocional, o instinto e a auto preservação. Num Mapa Astrológico é símbolo do relacionamento com o feminino, com a imagem da mãe e com a procura de alimento (físico, psicológico, emocional).

O seu símbolo simboliza o vazio que falta preencher para chegar ao todo… carência… mas também receptividade. O semi círculo representa também a alma, o sentir, intuir.

No sistema solar, o Sol é central. Irradia luz, vida. No ser humano, a função que o Sol desempenha é a mesma, ou seja, é o centro integrador da consciência, gerador de luz. No mapa natal, o Sol ajuda-nos a tornarmo-nos nós próprios, é através dele que encontramos expressão. Se o Sol é o princípio masculino activo, Animus, a Lua é o princípio feminino passivo, Anima. Sol e Lua, símbolos da dualidade; dia/noite, feminino/masculino, consciente/inconsciente, activo/passivo, emanador/receptor…

A sua natureza mutável, cíclica, ligou-a desde sempre à ideia de um mundo sempre em movimento, inconstante, ao arquétipo feminino, à maternidade, ao alimento, às emoções e aos afectos. A lua é receptiva e passiva por natureza, não tem luz própria, reflecte a luz solar e serve de mediador entre o Sol e a Terra. A sua natureza nocturna conectou-a com a escuridão, medo, sombra, reserva, perigo. Por isso, num mapa natal, a Lua representa também os nossos medos profundos e os padrões instintivos de comportamento reactivo que adoptamos quando nos encontramos em circunstâncias que põem em causa a nossa segurança emocional. O nosso sistema de segurança emocional, auto-preservação, constitui-se na infância – até aos quatro anos. É a Lua que nos diz sobre que sistema é esse. Nos primeiros meses de vida, na percepção da criança, ela e a mãe ainda são uma coisa só. A mãe é todo o nosso universo, é através dela que captamos o mundo. Somos dos únicos animais que nasce frágil e dependente, precisamos da mãe para sobreviver. Esta dependência é a matriz de nossa consciência lunar.

A Lua, representa a nossa infância, o lar, a nossa mãe e, principalmente o que é que precisamos para nos sentirmos emocionalmente seguros.

 “(…) O bebé se aconchega no útero materno que é representado astrologicamente pela Lua, e dessa Lua ele depende para o seu desenvolvimento emocional e sentimental. É o elemento água, leite, alimento que está representado na Lua. Assim que o bebé nasce, vai para o colo da mãe para receber calor, alimento e amparo. Se esta mãe o rejeitar, se ela lhe faltar, se ela não o alimentar, o bebé terá sérios problemas psicológicos na fase adulta, mesmo sem o saber conscientemente. De fato, a Lua representa o lado psíquico inferior - o EGO - e faz parte da personalidade da pessoa. Os psicólogos sabem muito bem que os traumas da infância ficam escondidos no nosso subconsciente para sempre!

A Lua representa o ambiente que acolheu o bebé nos primeiros anos de sua vida. Através do signo lunar, o astrólogo pode concluir que tipo de mãe, que infância e onde o cliente passou os primeiros anos de vida, qual o ambiente que o cercou e que foi formador do lado emocional de sua personalidade.” .” O que significa a Lua no nosso Mapa Astral? Texto de : Graziella Marraccini publicado no site Somos Todos Um

 

Conhecer o signo, casa e aspectos da nossa lua natal é muito potenciador. A Lua, convida-nos a olhar para dentro de forma a curar o nosso mundo emocional. Convida-nos a perguntar de que forma é que nos relacionamos com as nossas emoções. O que é que precisamos para nos sentirmos seguros? Em que areias se movem as fundações emocionais do nosso Ser? Sólidas… movediças…? Como é que nos relacionamos com a nossa criança interior. Como é que nos alimentamos emocionalmente?

 

A imaturidade emocional e a dependência nos relacionamentos são sinais de uma lua não integrada, e isto está associado com a insegurança interior e a instabilidade pessoal, devido a uma falta de confiança em si mesmo e nos outros. A falta de integração pode ser revelada de duas formas distintas. A primeira é a expressão emocional distorcida, e a segunda envolve repressão.” In “A Rainha da Noite – Explorando a Lua Astrológica – Haydn Paul.

 

A Lua é o princípio feminino dentro de cada um de nós, independentemente do nosso sexo. Representa a nossa capacidade para nos sentirmos amados … ou não. É a nossa fundação emocional, os nossos padrões.... muitas vezes a sombra. Representa os instintos que nos levam a ser reactivos para obtermos alimento … amor.

 
Na água corre também memória e, por isso, a Lua representa também as emoções vividas em experiências anteriores – daí a sua ligação ao passado, à infância,. Na água corre seiva… ADN… karma biológico que nos liga à família.

Metafisicamente, a Lua representa o vazio da Alma… carência e, ao mesmo tempo, é também um veículo da Alma Espiritual.


“(…) é pelo sentimento profundo de ligação com a vida e pela imaginação criativa que a natureza humana se transcende. (…) A Lua, símbolo mortal da alma humana, representa a personalidade que aspira à totalidade do ser. No seu aspecto mais carente representa o não-ser, o vazio existencial que é necessário preencher, o que nos faz falta para sermos completos (…) No seu aspecto primário, a Lua está directamente relacionada com e dependente do nível dos instintos básicos. Estes são sobretudo aspectos biológicos, tribais, rácicos. A este nível estamos dependentes do Karma colectivo, seja ele a família, a nação a sociedade. À medida que vais percorrendo o caminho da individuação, o ser individual vai-se libertando progressivamente dos elos que o prendem à forma e à matéria. Tal como na via alquímica, a energia vai-se depurando e sublimando, as diversas personas vão dando lugar a personalidades cada vez mais refinadas que permitem a entrada da expressão vibratória do nível superior da alma. Neste plano, a imaginação liberta-se do seu lado mais caótico e ilusório para reflectir os níveis de criatividade e de originalidade, reflectindo a síntese ou simbiose do casamento alquímico entre o Sol e a Lua, entre consciente e inconsciente. ” (In Guia de Interpretação Astrológica – Luis Resina).

 

A Lua pode e deve ser o veículo, a forma, de expressão do potencial criativo do Sol.

 
A Lua, nocturna, misteriosa e ligada ao feminino e fertilidade, suscitou desde sempre e em todas as culturas vários mitos e ligação a várias deusas. Em tempos antigos, sobretudo no paganismo, era a Grande Mãe Universal, indubitavelmente ligada ao aspecto feminino da divindade e também à Mãe Natureza.
Há várias deusas associadas à lua e muitas vezes, associadas à sua manifestação tríplice (lua nova; crescente e minguante e cheia).
 
Na mitologia grega temos:
 
Selene (Luna em Roma)
Deméter (Ceres em Roma)
Artemisa (Diana em Roma)
Hécate

A Lua, é a taça vazia que procuramos preencher. O Sol é uma fonte de luz permanente.

 

Deslocação diária: Cerca de 13,5 graus por dia, tem um ciclo de mais ou menos 28 dias, mudando de signo de 2,5 em 2,5 dias.

Retrogradação: Não ocorre

Casa associada: Quatro

Signo que rege: Caranguejo

Elemento: Água

Qualidades Primitivas (astrologia Tradicional): Fria e húmida – Feminina e Passiva

Exaltação: Touro

Detrimento: Capricórnio

Queda: Escorpião

Cores associadas: Prata, azul claro, branco, verde água

Dia da semana: Segunda-feira

Idade da vida mais representativa: Bebé dos 0 aos 4 anos

 

Palavras-chave positivas – adaptabilidade, receptividade, emoções, sensibilidade, variabilidade, imaginação, intuição, subtileza, maternidade, mãe, alimento, nutrição, protecção, mudança, diversidade.

 

Palavras-chave negativas: inércia, agitação, inconstância, reserva, confusão, dependência, indefinição, irrealismo, condicionalismo, imaturidade, “birra”, desconfiança, reactividade.

 

 

Vera Braz Mendes

4 comentários:

  1. Ai, ai! LOL

    Abraço-te, minha querida* Com todas as minhas forças lunares*

    ResponderEliminar
  2. Uma delícia de ler Vera. Ao iniciar a leitura tive a nítida sensação que conhecia o texto..e conhecia mesmo..depois que vi a autoria!!!

    As frases que mais ecoaram:
    " Na água corre também memória e, por isso, a Lua representa também as emoções vividas em experiências anteriores – daí a sua ligação ao passado, à infância,. Na água corre seiva… ADN… karma biológico que nos liga à família.

    Metafisicamente, a Lua representa o vazio da Alma… carência e, ao mesmo tempo, é também um veículo da Alma Espiritual."

    Amei...simples assim.
    Beijão.
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, ah, ah - essa frase é do texto de caranguejo.

      Bj

      Eliminar